Construção Civil

< voltar

10/04/2014

O Uso de Redes Elétricas e Telefônicas Subterrâneas

 O uso da malha subterrânea para a passagem de cabeamentos mais diversos contribui esteticamente para evitar a poluição visual com fios da rede elétrica, bem como traz segurança aos usuários deste sistema. Estes são dois motivos mais que suficientes para que se opte por implantar nas nossas cidades este tipo de infraestrutura diferenciada.

Só para exemplificar, em 2005, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou a lei 14.023, que obriga concessionárias, empresas estatais e operadoras de serviço a enterrarem todo o cabeamento (de rede elétrica, telefonia, televisão e afins) instalado no município. A regulamentação da lei, em vigor desde 2006, prevê o enterramento de 250 km de fios e cabos por ano. Porém, a Grande São Paulo tem enterrados hoje apenas 5% de seus fios e cabos, segundo informações da própria concessionária.
 
No sistema “subterrâneo”, como o nome já diz, todos os cabos ficam abrigados em galerias no subsolo, nenhum cabo fica aparente. Sendo assim, a durabilidade e a segurança deste sistema são bem maiores, isto porque os cabos ficam protegidos das influências do tempo e também de outros fatores que podem interferir em seu funcionamento e em sua vida útil. Este sistema também consegue deixar os ambientes bem mais interessantes, já que não existe aquela desagradável poluição visual tão comum nos sistemas “aéreos”, onde todos os cabos ficam aparentes e desprotegidos.
 
Mas porque o sistema “subterrâneo” que é muito mais vantajoso que o sistema “aéreo”, ainda é tão pouco usado no Brasil? Para dar esta resposta vejamos alguns fatores principais, começando pelo alto custo de implantação deste sistema, Para ter uma ideia, este custo pode chegar a ser cinco vezes maior que o dos sistemas convencionais, depois destacamos os prazos e a escassez de empresas especializadas em sua implantação.

Nos grandes centros e nos condomínios mais luxuosos do Brasil, o cabeamento subterrâneo já é uma realidade. Em Arapiraca, o Condomínio Villa De La Roche adotou este sistema de galerias subterrâneas, primeiro por apostar em novas tecnologias, mesmo que a um custo maior, mas sempre valorizando o benefício que este sistema oferecerá aos seus futuros condôminos; em segundo lugar, por ter a certeza de que nada diferente disto poderia ter sido usado neste empreendimento que¬¬ é sinônimo de altíssima qualidade.
 

Galeria